Professor passou na aula filme com cenas de violação.

Usa linguagem ofensiva e mostra adolescentes a consumirem drogas e álcool e a espancarem um rapaz na rua.

Escola diz que se «enquadrava nos conteúdos da disciplina»

Kids o filme polémico.

"Kids" o filme polémico.

A exibição de um filme com conteúdos sexuais numa aula de Religião e Moral levou os pais de um aluno da escola Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz, a anular a inscrição na disciplina e a fazer uma participação à DREC.

O caso ocorreu há cerca de duas semanas numa turma do nono ano estabelecimento de ensino e culminou numa participação do sucedido à Direcção Regional de Educação do Centro (DREC) por parte dos pais de um dos dois alunos da disciplina que contestaram a conduta do docente.

Em causa está a exibição, na aula, do controverso filme norte-americano «Kids» (Miúdos), que relata a história de um jovem de 17 anos, infectado pelo vírus da Sida, cujo objectivo é ter relações sexuais desprotegidas com o maior número de raparigas virgens.

Ouvido pela Lusa, Carlos Monteiro, presidente do Conselho Executivo da escola Joaquim de Carvalho, confirmou o caso, acrescentando que a escola não procedeu a uma averiguação dado o assunto ter sido comunicado superiormente.

«A mãe expôs o assunto à direcção regional. Não faz sentido uma instância superior estar dentro do assunto e eu estar a tratar dele», argumentou Carlos Monteiro, sublinhando que a encarregada de educação «tratou o assunto com muito bom senso». «Achou que a situação não tinha sido a mais correcta, comunicou a quem devia comunicar e manteve-se calma e serena, não dramatizou a situação», frisou.

Filme enquadrava-se nos conteúdos da disciplina

Na sequência da participação, a escola enviou à DREC uma exposição do próprio professor sobre o sucedido, onde este justificou que o filme «enquadrava-se nos conteúdos da disciplina do [nono] ano, definidos no manual de Religião e Moral», frisou o director da escola.

«O professor pretendia motivar os alunos para alguns temas que fazem parte dos conteúdos», adiantou.

Imagens e linguagem violentas

O filme, classificado em Portugal para maiores de 16 anos, estreou comercialmente em 1995, dividindo opiniões da crítica, que o considera franco e brilhante, mas também chocante e brutal.

Para além dos conteúdos sexuais, onde se inclui a cena de uma violação a uma rapariga, usa linguagem ofensiva e mostra jovens adolescentes a consumirem drogas e álcool ou a espancarem um rapaz na rua.

O presidente do Conselho Executivo admitiu que não viu o filme, assumindo, no entanto, conhecer o seu conteúdo e a linguagem utilizada.

«Professor sabia que filme é que estava a passar»

Garantiu que o docente de Religião e Moral, que há vários anos lecciona na Joaquim de Carvalho, apresentando um comportamento «irrepreensível», também conhecia o conteúdo da película e que a sua exibição não resultou de um lapso ou de uma troca de filmes.

«O que aconteceu não foi um lapso (…). O professor sabia que filme é que estava a passar, o filme foi apresentado conscientemente», precisou Carlos Monteiro.

Manifestou, por outro lado, que o docente «pressupostamente» fez uma «preparação» prévia do filme com os alunos, anterior à exibição.

«Trabalhou-o com os alunos e depois projectou o filme, é essa a informação que tenho», disse o director do estabelecimento de ensino.

Questionado sobre a adequação da exibição de uma película para maiores de 16 anos a alunos mais novos (os estudantes do 9º ano têm entre 13 e 15 anos), Carlos Monteiro nota que se pode daí inferir «que talvez não seja o mais adequado», embora recusando pronunciar-se sobre o caso específico da exibição na aula de Religião e Moral.

Segundo a lei, os menores de 16 «podem ver os filmes acompanhados».

casper™

Userbar Makers Portugal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s