A prever já a derrota de McCain?

A aproveitar a “boleia” da campanha de McCain e a causar surpresa com esta notícia?! Ou talvez não.

casper™

Userbar Makers Portugal


Entrevista de Palin alimenta rumores de possível candidatura a Presidente em 2012

A especulação “Palin 2012” estava já em marcha

A especulação “Palin 2012” estava já em marcha – e a própria candidata a vice-presidente do Partido Republicano ainda deu mais fundamento à teoria de que se prepara para concorrer à nomeação do partido para as próximas presidenciais, com uma entrevista à estação de televisão ABC.

Quando questionada se voltará para o Alasca, caso a candidatura McCain-Palin seja derrotada na próxima terça-feira, a republicana respondeu: “Não. […] Não estou a fazer isto em vão”. A frase foi imediatamente vista como uma afirmação de que Palin não está pronta a deixar o palco nacional – e que a corrida de 2012 pode ser o seu próximo objectivo.

A governadora do Alasca tem estado no centro de um turbilhão de acusações no seio da própria campanha de John McCain, que agora se queixa de que ela é uma “diva” e que se está a revoltar contra as instruções dos conselheiros.

O próprio McCain viu-se obrigado a defendê-la na quarta-feira à noite na CNN. “Posso lembrar que foi um governador obscuro do Arcansas que, há não muitos anos, venceu as presidenciais”. O candidato negou ainda o estado de motim da sua campanha. “Tenho cerca de 5000 conselheiros que podem ser citados pelos media. Nós damo-nos bem. Ela é uma ‘maverick’ [inconformista]. Eu sou um ‘maverick’. Não podemos concordar em tudo.”

Palin tem sido causa de muito entusiasmo e muito desespero entre os republicanos. Não há dúvidas de que ela agrada com a sua atitude popular, o piscar de olho, o discurso cheio de expressões comuns (“betcha”, qualquer coisa como “aposto”), as cores garridas (e sabe-se agora que com um guarda-roupa milionário) e pormenores como os óculos, que se tornaram o modelo mais procurado do momento, ou um penteado imitado por muitas mulheres (a peruca Sarah Palin foi um sucesso especial na comunidade judaica de Brooklyn). Mas também é evidente o seu óbvio desconhecimento de algumas questões essenciais, e essa falha tem prejudicado a candidatura republicana.

Os comentadores dividem-se quanto às hipóteses de Palin 2012 – uns dizem que teria de disputar com Mike Huckabee o voto conservador e religioso, outros dizem que este voto se unirá na candidata do Alasca contra possíveis opositores.

Há já algumas semanas, o jornal online “Politico” questionava se Sarah Palin não poderá não só ensombrar McCain, como virar-se contra o homem que lhe deu acesso aos palcos da política nacional.

Volta-se contra aliados

Palin, diz o jornal, é mostrada como uma mulher lutadora e corajosa na biografia “Sarah: How a hockey mom turned the political establishment upside down” – um retrato que é ao mesmo tempo muito lisonjeiro, mas que também mostra que Palin já se voltou contra quem lhe deu acesso a cargos importantes para os derrotar em eleições. Duas vezes.

A primeira: foi Nick Carney quem encorajou Palin a concorrer para a Assembleia Municipal em Wasilla em 1992. Palin foi recebida de braços abertos pelo então presidente da câmara, John Stein. Palin não tardou a desapontá-los, votando contra projectos dos dois, e mais tarde desafiou Stein e conquistou-lhe o cargo.

Em 2002, Palin concorreu para vice-governadora, apoiada pelo então senador Frank Murkowski, que venceu a eleição. Depois de várias peripécias, Palin forçou a demissão do presidente do partido, Randy Ruedrich, por conflito de interesses (com as petrolíferas) e o escândalo marcou a administração de Murkowski. Palin concorreu então contra ele nas primárias republicanas de 2006 e venceu-o facilmente. Depois ganhou a eleição e tornou-se governadora do Alasca.

O “Politico” diz que a campanha de McCain tem apresentado Palin como “uma opositora aos políticos corruptos do Alasca”. “É sem dúvida verdade, mas apenas parte da história.”

in Jornal Publico

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s